A Gestalt-terapia e os transtornos alimentares
Bibliografia / Gestalt Terapia / Sexualidade

A Gestalt-terapia e os transtornos alimentares

  Atualmente as redes sociais estão sendo bombardeadas com uma nova onda em nome da saúde, as já condenadas fotos de pratos gastronômicos, hoje são acompanhadas de legendas que explicitam o quanto tal prato é saudável, com produtos orgânicos, baixo valor calórico, alto valor nutricional e próprio para cada momento do dia. As discussões sobre … Continuar a ler

Manutenção do Vínculo de amor entre amigos
Bibliografia / Gestalt Terapia

Manutenção do Vínculo de amor entre amigos

“amizade a.mi.za.de  sf (lat amicitate) 1 Sentimento de amigo; afeto que liga as pessoas. 2Reciprocidade de afeto. 3 Benevolência. 4 Amor.“ O dicionarista destaca o sentimento, afeto, reciprocidade, promoção de generosidade e finalmente amor. Vivemos um momento de grande promoção de individualidades, com relações voltadas para redes sociais virtuais, as demonstrações de carinho são traduzidos em ferramentas como “curtir”, gradações de amizade digital, … Continuar a ler

Vaginismo: a  importância de um diagnóstico diferencial adequado, e a desmistificação do tema.
Bibliografia / Sexualidade

Vaginismo: a importância de um diagnóstico diferencial adequado, e a desmistificação do tema.

Anatomicamente o aparelho reprodutor interno e os órgãos sexuais externos da paciente vagínica são normais, porém na tentativa de penetração peniana, ou de qualquer outro instrumento, como por exemplo, o espéculo vaginal usado no exame ginecológico, ocorre o fechamento involuntário do canal vaginal, de forma a tornar quase impossível o coito ou o exame citado, … Continuar a ler

A intimidade pode ser aliada da individualidade.
Bibliografia / Gestalt Terapia / Sexualidade

A intimidade pode ser aliada da individualidade.

A Gestalt Terapia fala do SER na relação no mundo, destacando a singularidade de cada existência, a responsabilidade de cada um no seu projeto existencial. Há grande influência do Humanismo nesta linha terapêutica, e este coloca o homem como centro de sua existência, no sentido de autogerir-se, mas marca também a presença do outro na … Continuar a ler

O amor como comportamento emocional
Bibliografia / Sexualidade / Vídeo

O amor como comportamento emocional

“O pouco que nós sabemos sobre o amor não transcende a simples observações, e o pouco que nós escrevemos, tem sido melhor escrito pelos poetas e novelistas.”  Harlow, 1958 Estudos a respeito do amor são extremamente recentes, Masters & Johnson atribuem isto ao fato de existirem muitas formas de amor, os mais diversos significados, Calvano … Continuar a ler